Ultragaz em Poço Fundo (Parobé)

Informe o CEP da entrega para ver o melhor preço do botijão



 

Pague o valor que está no site e somente ao receber seu gás Ultragaz Poço Fundo (Parobé)!

 ATENÇÃO! Pague somente ao receber seu gás.

Legenda: Crédito Débito Dinheiro Vale Gás Endereço (clique para ver)

Comprar em Ultragaz Poço Fundo (Parobé) em 3 passos:

Agora você não precisa mais usar o telefone para comprar Ultragaz em Poço Fundo (Parobé)! Peça aqui pelo site, navegador do seu celular ou aplicativo. É muito simples que qualquer pessoa, de qualquer idade, consegue pedir Ultragaz pela internet.

E num único lugar você faz seu pedido de gás sabendo o preço de todos os revendedores em Poço Fundo (Parobé) Siga os passos abaixo:

Primeiro passo: Informar o CEP da entrega do gás em Poço Fundo (Parobé)!

Para escolher o revendedor mais próximo de você informe o CEP da entrega em Poço Fundo (Parobé) e clique em BUSCAR MEU GÁS. Se não souber o CEP veja nos correios.

Vai ser exibido os revendedores da Ultragaz em Poço Fundo (Parobé).

Segundo passo: Escolher o tamanho do Botijão e o Revendedor em Poço Fundo (Parobé)

Agora você escolhe Ultragaz em Poço Fundo (Parobé) pelo melhor preço do gás.

Terceiro passo: Informar o endereço em Poço Fundo (Parobé) e forma de pagamento

Como você já informou o CEP agora você só coloca o número da casa e um ponto de referência para facilitar ao entregador achar o local em Poço Fundo (Parobé).

Neste passo você pode sugerir o horário que estará no local ou entrega imediata.

Você só paga no ato da entrega do gás, direto ao entregador. Em dinheiro ou cartão! Ultragaz Agora é fácil

Ultragaz Agora compra-se Online.

Como você faz para pesquisar o preço do gás de cozinha hoje em Poço Fundo (Parobé)? E como escolher a melhor marca, entre a Consigaz, Supergasbras, Ultragaz, Liquigás, Fogás, Nacional Gás, Copagaz, para ter seu botijão de gás em casa? Então para Ultragaz em Poço Fundo (Parobé) a Preço do Gás é a solução. Chama Gás pelo Aplicativo da Preço do Gás. Assista a nosso vídeo para entender a nova maneira de pedir Ultragaz online. Várias coisas já são pedidas online, como: comida, reserva de hotel, passagem aéreas, táxi, transações bancárias e etc. E por que não pedir gás de cozinha pela Internet? Além da comodidade, comprar Ultragaz online é muito mais barato. Temos também Disk gás e Tele gás para você fazer seu pedido online.

Ainda não é cadastrado? Clique aqui e cadastre-se!

Preço do Gás, a maneira inteligente de comprar gás de cozinha.


Seus Amigos estão no nosso Facebook?

Facebook preço do gas

Venha ver os comentários e avaliações!

A maneira inteligente de Ultragaz online

O Ultragaz não é a única coisa que no momento de adquirir seu botijão de gás precisamos levar em consideração. Quando vamos o comprar gás de cozinha é justamente quando acaba. Normalmente as residências possuem um botijão de gás reserva, mas não é comum comprar antes de acabar o gás. Agora com a Preço do Gás é fácil receber seu gás a domicilio, basta inserir seu CEP e selecionar o revendedor de gás de cozinha com a melhor avalição pelos consumidores, pode escolher também pelo menor preço do gás e todos os tipos de tamanho, além do botijão de gás P13 você encontrará o P5, P8, P20 e P45. Você encontrará todas as marcas presente no site: Supergasbras, Ultragaz, Liquigas, Consigaz, Copagaz, Nacional Gás e Fogás.

comprar gás de cozinha online

Preço do Gás na mídia

Terra
Estadão
Mundo do Marketing
Agência O Globo
Comunique-se Portal
Exame

 

O site Botijão de Gás em Poço Fundo (Parobé)

Situada na confluência dos rios dos Sinos e Paranhana, mais precisamente em sua margem direita, Parobé surgiu na segunda metade do século XIX do desmembramento da Fazenda de José Martins.Sua grande propriedade com, aproximadamente, três léguas quadradas, era denominada de Nossa Senhora da Conceição do Funil, devido ao arroio que a atravessava e em cuja margem Martins construiu um belo sobrado.Ali viveu desde meados do século XIX, entre 1830 até sua morte em 1866. Mas bem antes iniciou-se um processo de divisões sucessivas das terras entre seus descendentes. Alguns lotes ou colônias de terras como eram conhecidas, foram vendidas aos colonos alemães que chegaram em 1846 com Tristão Monteiro.No final do século XIX havia por aqui uma série de pequenas e médias propriedades rurais atravessadas pela antiga estrada da serra e a estrada para Taquara, mas as principais vias de escoamento da produção continuavam sendo os rios, principalmente o Sinos.Essa situação começou a mudar com a construção da estrada de ferro da antiga VFRGS, trecho de Novo Hamburgo a Taquara. Em volta da estação dos trens estruturou-se uma povoação. Esta, por falta de uma referência mais expressiva tomou por empréstimo o nome dado à estação, numa homenagem ao Engenheiro João Pereira Parobé, secretário de obras do Estado e responsável pela obra. A partir de sua inauguração, no dia 15 de agosto de 1903 a povoação cresceu rapidamente. Já em 1906, instalou-se o Cartório e Registro Civil e, em 1908, foi elevada a categoria de 3º distrito de Taquara.A economia baseava-se na produção agrícola, principalmente, a mandioca. Na vila, alguma produção artesanal realizada por carpinteiros, ferreiros, funileiros, sapateiros, uma pequena hospedaria e armazém de secos e molhados abasteciam a população. De mais significativo, havia uma serraria e moinho de grãos, algumas atafonas e a casa atacadista do Sr. Albino Schaefer, que comprava e exportava a maior parte da produção agrícola local.A sucessiva divisão das propriedades rurais transformou-as em minifúndios, tanto que já não apresentavam condições de sobrevivência para as novas gerações. Alguns jovens migraram em busca de trabalho para cidades como Porto Alegre e, principalmente, Novo Hamburgo.Outros, com maior espírito empreendedor e algum capital, começaram aqui mesmo a montar as primeiras fábricas, especialmente, de calçados. Abriu-se, então, na década de 40, uma nova fase de crescimento para a vila que, de certa forma, permanece até hoje.Inicialmente essas fábricas apresentavam trabalho para os moradores da povoação, mas logo começaram a atrair os habitantes da zona rural e de municípios próximos, como Rolante, Santo Antonio, São Francisco de Paula.Já, num segundo momento, na década de 70, o início das exportações de calçados fez com que as empresas crescessem, aumentando o número de empregos. Uma nova onda de migração trouxe para cá pessoas vindas de municípios mais distantes e, até de outros estados. A população cresceu muito rapidamente fazendo aflorar um sem número de problemas: carência de moradias, escolas, hospital, bancos, telefones, rede de água, pavimentação de ruas etc. Taquara já não tinha condições de atender as necessidades do seu distrito.O descontentamento tomava conta da população. Formou-se então em 1980, uma comissão emancipacionista, para tornar Parobé um município independente de Taquara. Em conseqüência, no dia 25 de novembro de 1981, a Assembléia legislativa aprovou o pedido de emancipação, marcando o Plebiscito para o dia 28 de março de 1982. Nesse dia, 91% dos votantes aprovou e no dia 1º de maio o então Governador Amaral de Souza sancionou a Lei nº 7646, criando o novo município de Parobé.